Radio LaybackSessão ...Lost

Sessão …Lost: Os 5 melhores discos de setembro

Mais um mês se passou, e ao olhar as edições da Sessão …Lost que rolaram em setembro, separamos os 5 discos que mais chamaram a atenção no programa. Confira aqui a seleção de agosto.

PropagandhiVictory Lap

Victory Lap saiu no final de setembro pela Epitaph, e é o sétimo álbum dos veteranos Propagandhi. Os canadenes seguem a velha fórmula que deixou eles famosos, com faixas rápidas e técnicas que vão do skatepunk ao post-hardcore. É o primeiro disco com a nova guitarrista Sulynn Hago, na nova formação desde 2015 quando substitui David Guillas, que apesar de não ser mais o guitarrista oficial, participou das gravações de várias faixas em Victory Lap.

 

Surf AliensCoquetel Anunnaki

No ano passado Christian Targa, guitarrista e fundador do Blind Pigs, anunciou seu novo projeto de surf-punk-music instrumental Surf Aliens com um EP de estreia que saiu pelo selo paulista Crasso Records. A parceria com o selo se manteve, e agora é a vez deles apresentarem seu primeiro álbum Coquetel Anunnaki, lançado no início de setembro. O disco com suas 10 faixas, é uma evolução do EP, e agora ainda leva outras influências como o psychobilly, o blues e jazz.

 

WrathsMy Home

Jim Lindberg, vocalista do Pennywise, surpreendeu muita gente no ano passado quando lançou o álbum de estreia do seu novo projeto Wraths. Apresentando um som mais cru, simples e direto e fazendo referência aos nomes clássicos do punk dos anos 80, como TSOL, Circle Jerks, Black Flag e Descendents, eles agora soltaram seu segundo registro, o EP My Home. Os dois trampos saíram pela Bird Attack Records, e as composições do novo EP já vinham sendo feitas desde o ano passado, abordando temas importantes como a especulação imobiliária e o fanatismo religioso.

Hate For StateNothing’s Real

Os californianos do Hate For State lançaram no início de agosto seu sexto álbum Nothing’s Real. Na ativa desde o final dos anos 90, eles bebem da fonte de nomes que marcaram época como Good Riddance, Pennywise, 88 Fingers Louie, Social Distortion e Nofx. O novo disco não decepciona e certamente vai agradar quem curte o bom e velho skatepunk californiano.

PunkzillaHora de Acordar

Outro nome que se inspira no som agressivo e transgressor dos ano 80 é o Punkzilla de Porto Alegre, que soltou em maio seu novo álbum Hora de Acordar. Tendo como principais influências nomes como Black Flag, Replicantes, Cólera, Garotos Podres, Dead Kennedys e Minor Threat, eles discursam contra o machismo, a intolerância e o fascismo.

A Sessão …Lost traz semanalmente os lançamentos do cenário punk e hardcore e vai ao ar toda terça, quinta e sábado às 19h em Layback.FM.

Mais Recentes:

Taj Burrow mais instigado que nunca!

Uma bela demonstração de estilo e power do aussie

Tropical Trends: Nelson Pinto nas Mentawai

Assista ao clipe novo do freesurfer gaúcho

Franklin Serpa te mostra Maresias

Conheça uma pouco desse pedaço do Litoral Norte de São Paulo

vixi1000º vol.6: Japinha, Miguel, Zene, Biano e cia.

Uma visita à Greenbox, Édem de Itajaí e o DIY do Biano em SP

Sessão Volcom | Ep.118

Com Hobo Magic, Electric Wizard, RIP, Astro Venga, Atomic Bitchwax, Windhand e mais

Semper Adversus | Ep.32 com Ack

Henrike Baliú trocando uma ideia e botando um som com o vocalista e baixista Fabio Seidl